Chocolate Fairtrade

chocolate é muito mais do  que um doce. É um alimento embalado com antioxidantes e benefícios cardiovasculares. Estudos demonstram que o chocolate aumenta a energia, reduz o estresse, aumenta a concentração e até mesmo a saúde materna.

Então, sabemos que o chocolate é bom para nós. Mas o que acontece com os agricultores que o cultivam? A Organização Internacional do Trabalho estima que existam 250 milhões de crianças escravas que trabalham no cultivo de produtos agrícolas, como café e cacau. Como você pode imaginar, trabalhadores forçados são explorados por seu trabalho, forçados a trabalhar longas horas com pouca ou nenhuma remuneração e têm poucos direitos.

Quando optamos por comprar produtos com certificação Fairtrade ou Comércio Justo, estamos incentivando o tratamento ético dos trabalhadores responsáveis ​​pelas plantações ao redor do mundo. Comércio Justo significa não só que os trabalhadores foram pagos de forma justa, mas também os agricultores tiveram condições de trabalho seguras e ambientalmente amigáveis.

O Comércio Justo nasceu na Europa e nos Estados Unidos no pós-Segunda Guerra Mundial, na segunda metade do século passado. Por lá, a definição de rígidos parâmetros sociais e ambientais se deu depois de os consumidores terem notado que eram muito baratos os alimentos comprados das nações mais pobres, o que levantou desconfianças quanto à remuneração justa da mão de obra. Desde então, os critérios foram aumentando em número e em qualidade, e cresceu também esta corrente de comércio, que movimenta o equivalente a R$ 7 bilhões ao ano, segundo a Fairtrade International, que reúne 24 organizações em sua sede em Bonn, na Alemanha.

Comércio Justo é uma abordagem alternativa ao comércio convencional e é baseado em uma parceria entre produtores e consumidores. Oferece aos produtores um melhor negócio e melhoria das condições comerciais. Isto permite-lhes a oportunidade de melhorar suas vidas e planejar o seu futuro e aos consumidores uma poderosa forma de reduzir a pobreza através de suas compras diárias.

Quando um produto possui a marca FAIRTRADE isso significa que os produtores e comerciantes atuam de acordo com os padrões e normas de comercio justo. As Normas são projetadas para corrigir o desequilíbrio de poder nas relações comerciais, mercados instáveis ​​e as injustiças do comércio convencional.

Nos princípios do Fairtrade ou Comércio Justo também está o cuidado com o meio ambiente. Para isso, devem ser usadas tecnologias de produção que permitam reduzir o consumo de energia e que minimizem as emissões de gases poluentes, como o dióxido de carbono. Ou seja, todo esforço deve ser feito para minimizar o impacto da produção sobre o meio ambiente, promovendo a sustentabilidade.

E porque, nós na Gallette preferimos utilizar chocolate com certificação Fairtrade?

Nosso sonho é ver as crianças crescendo com dignidade. Nosso desejo é construir um legado para as gerações futuras e ter um futuro mais responsável.Trabalhamos para influenciar a cadeia de produção e melhorar as vidas envolvidas. 

Convidamos todos a fazerem parte desta causa. 

Sua escolha faz a diferença!

Newsletter

Assine nossa newsletter e receba
promoções exclusivas por e-mail!

Copyright © Gallete | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por E-assis